quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Modernices

Hoje ao ver uma reportagem sobre o mês das migas em Mora, o pivot do telejornal disse que as migas antigamente eram a comida dos pobres. Ao ouvir isto ocorreu-me um pensamento, se os antigos que já se finaram viessem fazer uma visita às gentes desta terra iam-se rir muito ou então achar que nasceram na época errada. Parece que hoje em dia é moda gostar do que velho, ou tradicional, que é uma palavra mais chique para dizer o mesmo. Coisas que eram um hit no tempo dos meus avós e que com o tempo foram desaparecendo ou lá perto andaram agora são moda, estão in. Comidas que antigamente eram de pobre, agora são coisa fina. Pergunto-me se um dia as papas de feijão miúdo, as batatas rojadas em pingue, o "caurdo" e as côdeas de pão duro vão ser coisa gourmet? Hum...não sei, mas hoje em dia tudo é possível, já que a moda é uma cena um bocado estranha.

9 comentários:

JS disse...

Agora até os ricos (como a Tininha Espírito Santo) gostam de brincar aos pobrezinhos.
Eu gosto de açorda à moda do Alentejo, gosto de sopas de tomate, de feijoada (ultimamente estou virado para o brasileiríssimo arroz de feijão preto com entrecosto grelhado).
Lembro-me do médico proibir a minha mãe de comer sardinhas e agora os médicos dizem que é um dos melhores peixes. Para mim sempre foi.
A minha sogra dizia que quando não tinham conduto para comer com o pão, cortava a côdea e comia-a como se estivesse a comer pão com chouriço.
Mas está provado que as zonas mais pobres sempre tiveram a comida mais rica. Onde não havia carne, inventaram-se pratos cheirosos e saborosos.
Na terra da "Maria", ainda se usa comer um guisado de feijão com espinafres e abóbora, sem carne. É uma delícia. Quando vamos ao Alentejo ela está sempre a pedir à madrinha/tia que faça. :)

Teresa Isabel Silva disse...

Mas é que tens toda a razão... A verdade é que a "moda" é sempre buscar algo que já muito feito ou usado antigamente!

Bjxxx

Dora disse...

Esqueceste-te das "Sopas de Cavalo Cansado"!

Miguel Pereira disse...

O vintage está completamente na moda, até nas comidas! Concordo em absoluto contigo!

http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

Never Told Words disse...

Eu gosto de batatinhas rojadas no pingue por acaso :p
eh pah eu sou vintage portantos :p

Pedro Sampaio disse...

Concordo, e gostei da forma como deste os exemplos :)

Sofia disse...

Ai, as batatas rojadas em pingue. Era gourmet todos os dias.

Carminho disse...

Bem só comidas do Norte, não conheço nenhuma :(

Eu adoro migas, não sei se é de pobre, se é de rico, se é gourmet, mas a verdade é que são óptimas :)

beijinhos*

Maria Umbelina disse...

JS,
eu adoro feijoada, seja a nossa tradicional ou com o feijão preto. Antigamente, com pouco, ou mesmo nada, conseguiam fazer comidas com excelentes sabores, como essa guisado da terra da tua amora :)


Teresa,
não sei se é por ser uma coisa ciclica, ou se por falta de imaginação, mas as coisas passado um tempo repetem-se.


Dora,
mas tu lembraste-te :



Miguel,
vamos esperar para ver o que reinventar a seguir ;)


Never,
estás in ;)


Pedro,
obrigada :)



Sofia,
também eu :)


Carminho,
um dia provas, aqui há excelente comida.
Nunca comi migas, mas devem ser boas, pelo menos têm excelente aspeto.
Beijinhos