terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Ora bem,vamos lá atualizar a chafarica!

Não morri, nem desapareci! Se calhar disto dos blogues desapareci um bocado, mas no meio de tanto blogue que por aí anda, não me parece que alguém desse pela minha falta, só tu JSzinho :D 
Então que aconteceu de tão relevante durante esta ausência? Nada de especial! A minha promessa de não gastar dinheiro em novembro (ver 1º post de novembro, não me apetece procurar o link, está frio :P) foi com as folhas de outono, mas as promessas são feitas para serem quebradas. :P Fiz as minhas frequências e graças a um prof que só deu positiva a 4 ou 5 pessoas, vou a exame à unidade, há uma primeira vez para tudo, não é verdade? Fiquei sem conseguir falar durante dois dias, coisa que nunca me tinha acontecido na vida, sim porque eu consigo ficar dois dias ou mais sem falar quase nada, mas é quando estou com o tau daqui até Marte, o que não foi o caso. Tomei antibiótico e tudo! Já não me lembrava de tomar disso, acho que a última vez foi quando era muito pequenina, daí já não me lembrar. Comprei livrinhos, uiiiiiii!!! Pus os pelos da chefe em pé e as bochechas a arder algumas vezes, mas hei, ninguém a manda ser descompensada e não saber falar para as pessoas! Fiz enfeites de Natal, enviei os postais de Natal, fiz um presépio que eu acho lindo, lindo, lindo! Vi as minhas séries e a novela que ando a acompanhar (!). Dormi muito, muito, muito nos fins de semana, ao ponto de acordar com dores nas costas e na anca, de estar tantas horas deitada. Sim, fartei-me de dormir! Já comi muitas porcarias e ainda nem cheguei ao dia 24, mas como não sou nenhuma top model, moving on! Descobri que sou uma bêbeda alegre, esta se calhar não devia partilhar, mas é Natal e gin é bom, e espumante rosé também e um vinho branco de que agora não me lembro o nome também!:D Isto não foi tudo no mesmo dia, atenção! Andei um bocado nostálgica com isto do Natal, afinal uma pessoa lembra-se sempre de quem já não está por cá e deveria estar! Assim por alto, acho que foi tudo. Como lêem, nada de especial! A vontade de escrever foi nenhuma, até porque não tinha nada de interessante para vos contar! E não volto ao barraco este ano! Desculpem não responder aos vossos comentários, mas a vontade foi nula e continuará a ser. Desejo-vos, a quem o celebra, um Bom Natal cheio de docinhos e coisas boas, para quem não celebra um excelente dia 25 de dezembro. Tenham um Bom 2015! Adeusinho e boas festas! :D

Deixo uma fotinha do meu presépio lindo, lindo, lindo! :D


quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Coisas de que uma pessoa se lembra a caminho de casa às 22h38*

Porque é que aquela sensação de que nos esquecemos de alguma coisa e que mais tarde, vimos a confirmar que de facto nos esquecemos de alguma coisa não é extensível àquela sensação de que estamos com sorte e nos vai sair o jackpot do euromilhões e de facto nos sai o jackpot euromilhões? Devia ser assim, não? :P Vou-me concentrar na sensação de que estou cheia de sorte a ver se me sai o jackpot, e já agora lembrar-me de jogar também convém!:D

*Post que teve origem no facto de hoje ir a casa e sair com a sensação de que me esqueci de algo, no caso um pacote de bolachas para comer a caminho das aulas e logo quando estava cheiinha de fome,(estúpido cérebro que nem por ter avisado o estômago de tal sensação fez com que me lembrasse!) e ter passado no trabalho a ir buscar umas coisas, deixei por lá uma caixa com cenas e por fim chego à segunda aula da noite e verifico que também me esqueci dos diapositivos para a aula! Viva o esquecimento! 

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Coisas

Que me ocorrem nos dias em que fico em casa com o nariz enfiado nos livros, apontamentos e exercícios. Estes dias têm como consequência apanhar o programa das manhãs da tvi, o Você na tv, enquanto almoço. E é nessa altura que fazem o passatempo de casa, o roda você (não roda nada, mas mantiveram o nome), em que o pessoal liga para aqueles números 760...Ora bem, estou a escrever isto tudo para dizer que acho muio estranho nunca ouvir um waiting ring enquanto esperam que a pessoa do outro lado da linha atenda. Ou é tudo telefone fixo, ou tlm que não têm dessas pimbalhices, ou fazem alguma manipulação para não se ouvir uma música do toni das caminetes ou do não me toca. Pronto, agora que já desabafei as minhas dúvidas sobre este assunto vou voltar a enfiar o nariz nos estudos e contribuir mais um bocado para o aumento do calo no dedo médio. Adeusinho e boas festas :p

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Acabar a semana em beleza é isto

Nada melhor do que uma sexta feira "patrão fora, dia santo na loja" weeeeee!

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

É muita habilidade junta II

E mantendo-me ainda no tema das estradas, há ainda outra coisa que eu acho fantástica! A capacidade dos senhores que abrem rasgos nas estradas para a colocação de tubos de saneamento e gás e outras coisinhas que passam debaixo dos tapetse de alcatrão, conseguirem colocar as tampas no sítio exato e preciso onde os condutores passam com as rodas! É uma coisa que eu admiro, é que é milimétrico, não falha! 

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

É muita habilidade junta

As rotundas, e eu num pequeno percurso de 6 km tenho de contornar cinco (!), que pululam por estes caminhos de Portugal são um autêntico desfile de habilidosos, ou maçaricos, depende dos casos. Eu compreendo que seja difícil ter de contornar um obstáculo, ainda por cima redondo ou curvo ou whatever, afinal, desconfio que para muita gente, se as estradas fossem sempre retas, seria sonho de uma vida! Acho que um certo núcleo de condutores devia criar um movimento, ou uma associação ou uma petição, o que for mais conveniente, para as estradas serem sempre em reta, sem curvas, cruzamentos, entrocamentos e essas coisas que nos fazem rodar o volante para a esquerda e para a direita, afinal para a frente é que é o caminho! Há pessoas assim, que para elas é sempre em frente, sempre a abrir! Stops? Que é isso? Cedência de passagem? Isso existe? Passadeiras? Nós não estamos a limpar os pés! Mas depois há pessoas que até têm o trabalho facilitado, mas gostam de mais uns floreados e de fazer umas acrobacias, deve ser para testar se a direção da viatura funciona. É que não há outra explicação para um/a individuo (não sei precisar porque era de noite), numa rotunda com três faixas para circular, para sair na primeira saída e, depois de já estar na faixa mais à direita ao entrar na rotunda ir às três faixas e depois sair na primeira saída. É preciso ser muito ás do volante!

Quem não se inscrever é um ovo podre!

Bora lá! :D

Realmente o amor é uma coisa

Que até cega! Mas eu compreendo, afinal o senhor é um charme e o que fez para ainda hoje ser conhecido é, olhem, nem sei!

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Como, meu Deus, como?

É que uma pessoa pode cumprir isto, quando está sempre a ser tentada? Ainda por cima num ponto fraco, livros! Livros a menos de 5€ e livros escolha 4 pague 3!!! Meu pai, me ajuda! :P

O anúncio da semana II

Só mais um, até porque já deviam ter saudades :p

Um tubarão? Huuum, isso parece-me perigoso! Quem gostar de perigo...

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Aqueles dias em que

não fiz um boi e estou muito cansada de não fazer um boi e ainda falta tanto para o fim do dia :(
Só espero que amanhã de manhã chova para eu estar na caminha, quentinha, a ouvir a chuva a cair :D

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Ironias II

Uma pessoa das mais esquecidas, ou a fazer-se de esquecida porque lhe dá jeito ou porque pôr as sinapses a exercer a sua função dá muito trabalho, que dá uma voltinha ao aquário e tudo o que lhe foi dito antes varreu-se, virar-se para uma pessoa que para o assunto em questão até é organizadinha, e dizer "depois eu lembro-te!". Sim, está certo! Como diz a Bíblia, com a devida adaptação ao caso, é mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha de que o peixinho lembrar-se de lembrar!

terça-feira, 11 de novembro de 2014

Como ficar arrepiada e nem sequer é de frio

Ver esta notícia! Tudo o que meta reptéis, qualquer tipo de réptil, é coisinha para me deixar agoniada.

Ironias

Anda uma pessoa a escrever que este mês não vai comprar quinquilharias e bugigangas (ver o primeiro post do mês de novembro) e o que é que uma pessoa passa o tempo a ver na net? Páginas de marcas de roupa e o site da wook. Afinal, tenho de planear onde vou gastar o dinheiro no próximo mês, certo? :P

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

O anúncio da semana

Eu sei que se calhar já estão fartos de ver estas coisas por aqui, mas temos pena! Isto não dá para mais, por isso levam com mais um :p

Então, temos de pagar pelo teu coração ou é um aluguer gratuito? É que se for oneroso, não sei ...

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

A prova de que eu tenho as prioridades bem definidas é...

Quando trovoa, em vez de ter medo dos trovões, tenho medo é que me queimem a box e as minhas gravações vão todas ao ar!

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Olá novembro

Calma, que isto não é um daqueles post a dizer "bem vindo, novembro" "sê generoso, novembro" e outras coisas cutxi cutxi, porque afinal é só um mais um mês do ano. Este post, neste início do mês, é para dizer que este mês não me vou perder a comprar bugigangas e quinquilharias que não me fazem falta. E agora vocês pensam "ah e tal isso também não tem interesse nenhum! É quase como dizer olá novembro, coisa que não interessa nem ao menino Jesus ". Pois, gente, eu sei que não interessa nada, é só um assumir público para me impedir de cair em tentação e para me lembrar do que prometi, que com esta cabecinha de vento nunca se sabe. :D Quem leu isto até ao fim, obrigada, pode passar ao próximo. No fim do mês digo como correu :)

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Este anda à procura da gata borralheira

 
E se for boa doméstica passará Cinderela? :P

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Taras e manias

Eu às vezes fico parva com certas coisas que oiço, neste caso já oiço há algum tempo, mas só hoje é que me lembrei que podia escrever sobre isto. Eu às vezes acho que ser velho deve ser aborrecido e por conta disso de vez em quando há uns que fazem uns filmes que balha-me as alminhas do céu, do inferno, do purgatório, do limbo e outras que houver. Há uma velhota, chamemos-lhe fulana tal que só usa produtos topo de gama, neste caso os produtos são produtos da farmácia, porque velhote que é velhote tem gastos astronómicos na farmácia. Até aqui tudo bem, cada um gasta o dinheiro onde quiser. O problema é quando apresento à fulana tal uma conta de 30 ou 40€ e ela fica toda indignada "Tanto dinheiro!", "Não tenho que chegue!", "Não posso pagar tudo agora!". Ai é?! Então deixe de usar lactacyd e use aguinha com umas gotas de vinagre que faz o mesmo efeito e é mais barato, afinal a garrafa de vinagre custa para aí 0,50€ ou lave os dentinhos com colgate em vez de sensodyne que custa quase 5,00€, ou em vez de usar um medicamento que não é comparticipado e custa à volta de 13,00€ compre um mais barato, porque afinal a substância ativa é a mesma e as indicações terapêuticas também. E quando eu lhe digo estas coisas todas a fulana tal diz-me que foi o especialista que recomendou porque isto e aquilo, ou porque não se dá com genéricos, ou porque isto ou porque aquilo. Eu aqui, já cansada digo, então olhe, se só pode gastar esses produtos específicos tem de alombar com os custos. Aqui a conversa começa a andar às voltas e nunca mais saímos do sítio, nem eu recebo o dinheiro, nem a fulana tal vai embora. E isto todos os meses, mais do que uma vez por mês! Se calhar sou eu que sou uma pessoa de fácil contentamento ou de gostos básicos e que para mim um pacote de leite marca dia de 0,55€ é igual a um de leite agros de 0,65€ e eu obviamente compro o mais barato! Claro que se falarmos de chocolate e gelados o caso já muda de figura ;) :P

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Não é um querido?

Diálogo ao pequeno-almoço:
Pai: é preciso comprar o bacalhau para o Natal. Não esperar para o dia.
Eu: e se eu morro?
Pai: não falta quem coma.

Pronto, bom dia gente! :D

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Ó S. Simão, o teu dia só termina às 24h00!*

Por isso que é essa merda de me pores pingona às 19h00? Hã, ai a vida! Eu ainda ia comer castanhas quando chegasse a casa depois das aulas, além de que ainda comi meia dúzia de castanhas à hora de almoço, quando fui a casa. Onde houver castanhas, eu estou lá! Por isso não havia cá necessidade de me voltar a agarrar aos lenços, ainda para mais logo agora que pensava que já me tinha visto livre deles!

*post inspirado pelo dito popular "No dia de S. Simão quem não comer castanhas fica pingão!" e eu só a prova de que este dito é falso! :P

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Era uma vez

Uma secretária comprada no olx e o meu primeiro trabalho manual mais exigente. Estou muito orgulhosa do resultado final :D

 Comprei o material necessário

Lixei a madeira bem lixadinha

Passei o produto e deixei a secar bem sequinha

Imprimi um mapa mundo


E aqui está a prenda de mon pére :D

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Já ganhou!

Eu escrevi no post anterior que adoro ler as páginas de procura do amor nas revistas com os nomes de mulher mais usados em Portugal e quem é que encontro por lá? A Voz! Este moço, senhor, whatever, já ganhou! Senhoras de Portugal, respondam! :P

Sou tão boa pessoa que

Esta semana uma velhinha veio-me deixar a maria e outra velhinha, no mesmo dia, também me veio deixar a maria. E ontem a segunda velhinha veio-me deixar a ana para ler. Graças a elas estou sempre a par das notícias das novelas (apesar de não ver nenhuma) e das vidas dos "famosos", mas o que eu adoro ler nestas revistas são os anúncios de pessoas à procura do amor. É cada um mais engraçado do que o outro! :D

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Pensamentos (???) de quem tem o nariz tapado

E se a voz da Voz calhar de ficar rouca ou com voz nasalada de uma gripe ou constipação ? Como é que aquela gente da tvi fazia? :p

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Inspira, espirra

Esta que vos escreve anda há mais de meio mês fungosa, ranhosa, "espirrosa", "pingosa". A verdade é que este tempo de doudos não ajuda às melhoras do meu estado. Ora chove como se de um dilúvio se tratasse, ora está sol, ora chove e está uma humidade terrível, ora está frio, enfim, algo de que já muitos se queixaram, nada de original da minha parte. Com isto assim, lá ando eu de lenço em punho, sempre a aparar o pingo. É que não há sistema imunitário que resista às tropelias do São Pedro e a verdade é que uma chuva que apanhei nos costados a semana passada também não ajudou! E à conta desta situação uma pessoa vive momentos de verdadeira aflição. Estava eu sossegadinha da vida a mastigar algo, ah, neste estado é difícil manter as boas maneiras e mastigar de boca fechada (o risco de abafamento é elevadíssimo), quando me vejo num estado de elevado desespero. É que mastigar de boca fechada é difícil, agora imaginem isso conjugado com um pingo a querer cair e uma necessidade premente de assoar o nariz! O que fazer? Arriscar que o bolo alimentar em vez de descer ao esófago saia pelas vias nasais? Não, continuar em sofrimento a mastigar depressinha! O que vale é que não me deu vontade de espirrar senão é que ia ser bonito! Perdoem aí a imagem mental criada, mas isto deve ser da febre :p
Já agora alguém conhece um sítio neste planeta onde estejam 21 graus dia e noite? Só para passar o outono/ inverno e depois volto! :p

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Que tens hoje para escrever?

Que está um tempo maravilhoso! Tenho as costas e o cabelo molhados, mas está um tempo maravilhoso. Para ser ainda mais maravilhoso era estar na minha caminha a ler um livrinho :P

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Ah, malandros!

Só quando eu não apareço no tasco onde trabalho é que as coisas interessantes acontecem! Pois que os amigos do alheio, esses seres madrugadores e trabalhadores, fizeram-lhe uma visita! Aquilo foi um bocado à CSI, um bocado longínquo, mas é o que há, com técnicos a ver se encontravam impressões digitais e recolha de elementos e declarações. Posso-vos dizer que esse dia abalou a minha vida!Entre os itens roubados foi a minha saquinha com chicletes que estava numa das gavetas! Sim, porque enquanto contam o dinheiro deve dar jeito mascar qualquer coisita. Com certeza senhores larápios, não quero que lhes falte nada! Pelo menos deixaram a saquinha dos rebuçados de café :P 

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Do you read english?

De tanto ouvir falar e ler em blogs que leram este livro que viram este filme, algo de muito bom tinha de haver para estar a ser assim badalado. Na altura pesquisei, mas não me apeteceu gastar 17,00€, que era o que o livro custava na altura, numa história de adolescentes. Mais tarde uma miúda, sobre protesto de outra, disse-me como é que o filme acabava (mas eu não vou dizer:P) e aguçou-me a curiosidade para ler a história. Há uns dias andei a comprar uns livros para a faculdade e vi que a versão inglesa até não estava cara, qualquer coisa à volta de 10,00€. Encomendei e já o comecei a ler. Como percebo razoavelmente a língua de sua majestade e o vocabulário é acessível (se fosse um livro de ciências não me metia em aventuras), já vou no capítulo V e estou a gostar e sempre que tiver uma dúvida numa palavra, tenho o meu amigo que me dá uma ajuda. Agora, ao abrir o site da wook para por aqui o link do livro vi que os malandrecos colocaram o livro, em português, em promoção! Que lindos! Mas não faz mal, treino o inglês! :D

Coisas

Ouvir no Centro de Saúde uma mulher e um homem já avançados na idade, a entabular conversa. Ele diz-lhe "então rapariga?" e ela responde "então rapaz?" e lá continuam a falar da vida e das vidas :D

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Esta cabecinha já teve melhores dias

Sábado passado tinha umas coisas para plantar e andava à procura da sachola, fui ver nos dois sítios onde costuma ser guardada e não a vi. Para quem é que me virei a resmungar? Para o meu paizinho, que supostamente foi o último a usá-la. A resmungar mais um pouco, lá fui ver noutro sítio onde poderia estar guardada. Também não estava. Lá vou eu a resmungar blábláblá. Paizinho enerva-se e vai ele mesmo saber da dita cuja. Lá volta ele e eu pergunto "Então? Encontraste?". Diz-me ele "Pede mas é a Deus que te dê olhinhos! A sachola às vistas e tu não a viste?!?" Ok, objeto necessário encontrado, lá fui eu por as plantinhas na terra. Mais tarde nesse dia, vou por a máquina da roupa a lavar e passado o tempo que costuma demorar, lá fui eu para estender a roupa. Abro a máquina, começo a tirar a roupa e aquilo estava tudo seco. Queres ver que a máquina avariou?!? Continuo a moer naquilo, afinal as luzes estavam acesas. De repente passa um flash pela minha cabeça e vou ver a gaveta. Estava lá o detergente e o amaciador! Lindo, não tinha ligado a maquineta! Daqui até à casa de repouso é um tirinho, ou ainda me safo? :P

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Um calhau na cabeça ainda era pouco

Há pessoas que me tiram do sério de tão obtusas, complicadinhas e picuinhas que são. Felizmente não são muitas, senão estava lixada. Uma fulana pediu prolongamento de horário para a sua criança, porque é uma pobre desempregada, divorciada, cujo ex não paga a pensão de alimentos, logo vive sem quaisquer rendimentos, ok ninguém vive tanto tempo sem ter uma pequena fonte de dinheiro, e a senhora não tinha aparência de pobre que vive debaixo da ponte. Foi dito o valor que teria a pagar pelo serviço pretendido, valor esse que não chega a 30,00€ mensais. Olhem, foi a escandaleira, porque como é que ela, uma pessoa sem rendimentos ia pagar tanto dinheiro. Ainda lhe expliquei que mesmo que não tenha rendimentos terá sempre de pagar algo pelo serviço prestado, escandaleira novamente porque como é que uma pessoa sem rendimentos ia pagar tanto dinheiro. No meio de tanto disparate, a criatura sai-se com "se é para pagar tanto dinheiro os meus pais vão levar e trazer a menina!", ok, respira-se fundo, conta-se até mil e responde-se, "ainda bem que tem essa oportunidade!". O que é que há de errado nisto, ora vamos lá começar! 1º se está desempregada, não precisa de prolongamento porque tem disponibilidade para ir levar e buscar a menina à escola; 2º se está desempregada e não tem rendimentos, não irá gastar o que não tem num serviço de que à partida não necessita; 3º se tem pais disponíveis para irem levar e buscar a neta à escola, não está tão desempregada quanto isso. Acho que já expus os pontos todos. É pena ser proibido mandar este tipo de gente complicadinha para o c*#$&?o mais velho. Em vez disso temos de lhes tentar explicar, de modo muito básico, para poderem perceber como é que as coisas funcionam. E sabe Deus que às vezes até um desenho faria falta! Mas a cereja no topo do bolo é que a senhora não é nenhuma analfabeta, porque quando vemos que são pessoas mais simples, a abordagem tem de ser diferente. Mas nãoooo, a criatura é tantantantan, professora!!! Posso estar a ser preconceituosa ou obtusa como a criatura, mas eu esperava mais de uma pessoa com essa profissão. 

terça-feira, 30 de setembro de 2014

Arraiolos

Vantagens de quem tem na turma várias pessoas ligadas aos agentes da lei, que nem todos se denominam agentes, de acordo com local onde estão têm outras denominações, que um deles me explicou, mas que eu não retive, mas já sei que não lhes devo chamar agentes. Adiante, uma pensava que arraiolos eram os tapetes muito famosos de uma localidade portuguesa com o mesmo nome, quando na verdade são muito mais do que isso. Arraiolos é a denominação que dão aos presidentes da república que não têm poder executivo, aqueles que só representam o país mas não têm poder de decisão. Acho que na União Europeia são uns nove ou dez assim e parece que promoveram um encontro cá por terras lusas.Vocês sabiam que a Alemanha tinha um PR? Pois, graças a isso também fiquei a saber que a Alemanha tem Presidente da República, coisa que eu desconhecia. Achava que era só a Sra. Merkel. As coisas que eu aprendo! :D

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Óh tempo volta para trás, ou então anda depressinha para a frente

Eu sei que ainda cedo e que ainda há umas horas saí do fim de semana, mas precisava de voltar para lá outra vez que eu estou com um peso nas minhas têmporas e nos jolhos, parece que tenho um tijolo em cima da testa, e não, não é o meu cérebro. Eu quero dormiiiiiiir!!!

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

O que é um relógio rouco???

É um relógio antigo, de corda, cuja chave foi partida por uma pessoa com super poderes e agora o relógio em vez de dar as badaladas das horas respetivas e a badalada das meias, agora ouve-se um rumrumrum rouco, da falta de corda :P

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Devia haver um inferno especial para esta gente

Eu já aqui falei do meu ódio aos waiting rings, é coisinha para me irritar profundamente. As pessoas parece que não percebem que aquilo é simplesmente irritante e estúpido e que não importa a música escolhida fica sempre mal, mesmo que seja a 5ª sinfonia do Beethoven (não sei se isto está correto mas vocês percebem a ideia).
O mais grave disto tudo é que eu ligo para muita gente diariamente, logo apanho sempre com uma coisa destas pelo menos uma vez por dia, hoje até já foi mais do que uma vez e o dia ainda só vai a meio, medo, muito medo.
Dos vários waiting rings que já apanhei destaco os piores entre os piores, já que eles são todos horrorosos, na lista temos, adélia, o fulano que vai te pegar, o tone das caminetes, os da optimus com o seu all together now e o manzarra, os do meo (a voz do RAP nestes toques é mesmo irritante), o fulano brasileiro que diz que quer txu e txá, enfim, uma montra de horrores.
E uma justificação do pessoal que tem waiting ring, pelos menos uma pessoa a quem eu perguntei ontem porque é que tinha aquela música horrorosa, é dizer que é uma das suas músicas favoritas, e eu penso, pá tu não ouves a música, quem te liga é que tem de levar com ela, a não ser que sejas estúpido ao ponto de ligar a ti próprio de outro telefone para ouvir o raio do waiting ring.

Este post foi retirado de um tasco antigo, mas é um tema sempre atual, para mim que ligo para pessoas com esta calamidade instalada nos telefones. É que isto é mesmo uma praga!!!

terça-feira, 23 de setembro de 2014

A maluquinha das portas

Se há portas, são para estar fechadas, se não houvesse essa necessidade não existiriam portas, não é? É assim tão difícil de perceber esta lógica tão simples?!?? Além de que, portas abertas deixam sair o calor e eu fico com frio! Ou seja, mais um motivo para fecharem o raio das portas! :P

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Ó gente que já esteve debaixo da carroçaria de um carro, sem ser por motivos de acidente, cheguem-se cá

Pequeno enquadramento:
sábado, eu e o meu pai encontramos um gatito, muito meiguinho, a miar que acabou por nos seguir pela valeta fora atá casa. Até aqui tudo bem, andou lá a conhecer o resto da gatarada, a comer e a explorar as novas instalações.
Hoje de manhã, umbelina pegou no seu popó para ir a um sítio e lembrou-se de ver onde andaria o gato charila, e não o vi. Lá fiz a minha voyage e quando me aproximava do destino pareceu-me ouvir um méuuu. Estacionei, saí do carro e chamei pelo bicho, que me subiu para cima de um muro, assustado com os outros carros que passavam. Amarrei-o pelas peles e enfiei-o dentro do carro, onde ficou a miar, até eu fazer o que tinha a fazer e voltar.
A pergunta que se impõe é: onde raios é que o bicho se segurou para ao fim da viagem de carro ainda estar vivo??? Tem algum buraquito na carroçaria onde ele fique seguro??? 
Cheira-me que este gato, ou vai andar sempre debaixo do meu carro durante as viagens, ou vai ser trucidado por uma qualquer engrenagem ou por outro popó que passe na estrada!!! De quaqluer das maneiras, não irá ter um grande futuro!

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Bidente

Uma piada que funciona aqui pelas bandas Norte :D

Uma fulana disse, no meio de uma conversa sobre o euromilhões, se acertávamos nos números ou não, disse "Eu sou bidente!", e eu pensei vidente de bruxa, mas como por estas bandas de vez em quando trocamos os b pelos v e vice versa, era "vidente" de ter dois dentes! Ok, se calhar ao vivo isto teve mais piada, mas pronto, para hoje é o que há :P

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

O que dá estar na cabaneirice com uma colega enquanto se emitem faturas

escrever no campo nome do cliente o nome da pessoa sobre quem se estava a cabaneirar :P Valha-me a santa da anulação de faturas :P

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Challenge accepted *

A gata SuperSónica passou-me o desafio, portanto, cá vai:

1- O que você não sai de casa sem?
Roupa! Brincadeirinha! Geralmente levo sempre a carteira com os docs e money.

2- O animal favorito!
Cães e gatos, mas mais gatos :)

3- Sapato favorito!
Sabrinas, são super confortáveis :D

4- Produto de maquilhagem indispensável!
Creme hidratante conta? :P

5- Maior sonho!
Viajar muiiiito!!!

6- Maior defeito!
Resmungona, impaciente, chata, preguiçosa, e mais uns quantos que não me estão agora a ocorrer.

7- O que me irrita nas pessoas!
Lerdice, incumprimentos, despassarados/as, e aquelas do costume, mesquinhez, prepotência, acharem que são melhores que os outros and so on.

8- Comida favorita!
Ui, carne de vaca com puré.

9- Doce ou salgado?
Doces, para mal das minhas medidas de não top model.

10- O que te deixa feliz?
Muitas coisas, a chuva a cair, um livro novo, um filme novo, uma aventura nova, um desafio, um encontro, um doce...

11- Escolher 5 blogues para este desafio!
Acho que já toda a blogolâncdia que eu frequento fez este desafio, por isso quem não tiver feito e quiser, pode levar à vontade :D

Agora que já tive o meu momento*Barney Stinson, xau e adeus :P

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Tenho de comprar um cérebro novo que este já queimou os fusivéis

Uma pessoa acorda às 6h15, e acordar às 6h15 é difícil comó caraças, porque tem de estar em determinado sítio às 7h00, faz pequeno almoço, veste-se e segue de popó até a sítio destinado, quando de repente puxa pelos poucos neurónios que não foram atingidos por um curto circuito, pensa que dia é hoje e vai ver à agenda do telemóvel e conclui que o dia do compromisso não era hoje. É amanhã!!! Ou seja vou acordar dois dias seguidos às 6h15, já disse que é difícil comó caraças acordar às 6h15??? Se alguém souber onde se arranjam cérebros, de preferência cérebros inteligentes, dê uma apitadela! :P

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Hoje

Hoje é o dia de regressar às aulas e se por um lado estou curiosa por saber o que vou aprender neste segundo ano, por outro o facto de só chegar a casa depois das 22h30 faz-me querer ficar por aqui, mas não pode ser, acabar a licenciatura é uma prioridade. Estes últimos três meses em que chegava a casa cedo deixaram-me mal habituada e em tempo de aulas e trabalho o meu humor vira de cão, mas em frente é que é o caminho e segunda feira lá estarei eu :D

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Lavar a loiça não é para fraquinhos

É só para quem tem um bruto músculo no braço para pegar num frasco de fairy com 1410 mL de detergente! Aquilo é quase 1,5L de detergente, tanto como a água que bebo diariamente. Segundo os senhores da fairy aquilo é detergente que dá para 21 semanas de lavagem de loiça suja. Isso é o tempo de meia gravidez! É quase um semestre da faculdade, é quase meio ano sem comprar detergente, e foi por isso e pelo preço simpático que trouxe o frascalhão comigo para casa. Se ao fim das 21 semanas não tiver um bruto bicep, processo a P&G, ou então processo-os por ter dado cabo do braço e fico multimilionária :P

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Pergunto-me

Será que o dilúvio que se avizinha não é uma maneira de o S.Pedro evitar a confusão e a histeria do VFNO?

PS: primeiro post escrito com o meu telefone esperto :D

É da falta de calor?

Ora bem, isto andou um bocado parado, mas tenho de arrumar os 25 post que tenho em rascunho para aqui. Cá vai o primeiro!
Este ano parece que a seally season foi mais adiantada, ao contrário do próprio verão, que esse não sei por onde anda, mas também não me queixo porque temperaturas de derreter não são a minha cena, 23º o ano todo e está tudo bem para mim :D
A seally season começou por alturas do mundial, aquele evento que eu não acompanhei, tirando pelos vossos post ou por status no facebook. Este palavreado todo para dizer que ver um qualquer noticiário é uma tortura, em vez de, como de costume nesta altura, andarem pelas praias a perguntar aos turistas se a água está quente ou se viram algum peixinho no mar, a abertura de um noticiário é a prova de que o mundo está perdido, como dizem os velhinhos e com toda a razão. Vi um dia, enquanto almoçava o jornal das 13h00 e os primeiros minutos foram algo de aterrador. Começou na menina que foi queimada com água a ferver, uma criança que deu entrada no hospital com uma infeção generalizada e outras coisas más, e depois nestas coisas gostam sempre de fazer um review por outros casos passados de violência contra crianças desde 2007, como o da Joana, do Daniel, de um menino que ficou tetraplégico, surdo, mudo e cego de uma vista, porque o pai, ou padrasto ou o que raio a criatura lhe era o espancava. Pensam que melhorou o nível das notícias? Não! Depois veio o homem que esfaqueou umas fulanas numa festa não sei onde, um puto que brincava com um foguete que não tinha rebentado numa festa de aldeia, mas que lhe rebentou nas mãos, uma mulher que foi regada com gasolina e depois lhe chegaram fogo e depois não sei que não vi mais nada, mas devem ter ido para o caso do BES, PT, OI e por aí!

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Amigo do ambiente

Aqui o barraquinho é!!! Tornem o vosso verde, que é uma cor muito gira! :D

Mais informações aqui.

terça-feira, 2 de setembro de 2014

Ninguém disse que viver era fácil, mas morrer devia ser melhor

E quando é uma doença que, infelizmente, conheço bem, numa pessoa que foi uma pacífica colega de trabalho e deixa mais umas crianças orfãs, parece que nos toca. Ora, f***-se

terça-feira, 5 de agosto de 2014

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Espécie de diálogo com paizinho

Quando chego a casa, abro a porta e digo alto: paizinho!
Ele responde: não está!

A limpeza da box continua 3

E os últimos que vi foram: este, este, este, e este. A sorte é que não acompanho as visualizações com pipocas senão parecia que andava no fim do tempo! :P 

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Diálogos com o meu paizinho

Pequeno enquadramento:
aqui por estas bandas há dias de rega dos campos com água das poças. Hoje estava a falar com o meu pai e dizia ele que tem água domingo. Depois foi mais ou menos assim:

Eu: e quando tu morreres como é que eu sei quando é que são os dias de água dos nossos campos?
Pai: vais ao cemitério e perguntas!
Eu: e tu respondes?
Pai: respondo e tu escreves num caderno!

Pronto, era só isto! :P


quinta-feira, 31 de julho de 2014

Eu já não ia aceitar, mas depois disto

Liga fulaninha da Nos a perguntar se não estaria interessada em associar o meu nº de tlm a um pacote de tv, internet e telefone fixo. Até achei piada à coincidência porque na semana passada ligaram me da MEO a perguntar se não queria associar o meu nº de tlm, com 2000 min e não sei quantas sms e 200 MB de internet, ao serviço deles pelo custo do que já pago em fatura pelos serviços contratados. Adiante, explicou me a fulaninha que tinha muitas vantagens, tinhas os canais TV Cine e TV Series sem pagar mais por isso, net ilimitada e em toda a casa com router portátil e telefone fixo com chamadas grátis para redes fixas e destinos estrangeiros que abrangem 50 países. Ora, eu já tenho o pacote atrás descrito noutra operadora e disse-lhe que não via vantagem nenhuma em estar a mudar três serviços que tenho numa operadora para outra operadora, quando o preço é igual e as condições são as mesmas, além de ter aquele hiato entre a mudança e instalação do serviço. Disse à fulana que não via vantagens nessa troca. Responde me a tipa, toda arrogante, que tem vantagens, a senhora é que não as quer ver! Como??? Que se eu mudasse o meu nº de tlm para outra operadora tinha de desbloquear o dito, hello!!! não me parece que desbloquear um tlm seja uma coisa só para vencedores do euromilhões! e que o saldo que tenho no tlm pode ser abatido na fatura do serviço, hello!!! Se tenho chamadas e sms ilimitadas no tlm, nunca terei saldo, e o saldo que agora tenho posso gastar noutras coisas! Adiante, a tipa estava a ser agressiva comigo e foi isso mesmo que eu lhe disse e que isso era mais um motivo para não mudar de operadora, por isso passar bem, muito boa tarde, com licença e tumbas, tecla vermelha do tlm. 

quarta-feira, 30 de julho de 2014

Não ata nem desata

Aquela gente do HIMYM, se era para empatar e mostrar flashbacks do que já se passou noutras temporadas, escusava de ter escrito esta última. Apresentava logo a mother na season 8 e passava em rodapé "e viveram felizes para sempre", porque afinal já todos sabem que o Ted casou com a mãe do título e tiveram dois filhos. Só sabem encher chouriços, pá!

terça-feira, 29 de julho de 2014

Aquele maravilhoso momento

Em que, de manhã, pela fresca, vais a passar por uma zona mais arborizada com pinheiros e ervinhas da natureza e sentes uma ligeira brisa suave no rosto, e para desfrutares dela ao máximo abres os braços, como o Cristo na cruz, e essa brisa suave que te acaricia o rosto vem acompanhada, mais na parte final, de um aroma a eau de caixote de recolha dos resíduos sólidos urbanos, vulgo lixo doméstico. Mas, apesar do cheiro, a brisa era boa :P

Pessoas chamadas à receção

Preciso da vossa ajuda. Android ou Windows phone? A cena é a mesma? Um é melhor do que outro? Cóméquié?

segunda-feira, 28 de julho de 2014

Coisas e cenas e coiso

Cortar as pontas e fazer uns ligeiros caracóis e ainda tirar o buço: 9,00€
Reestruturador capilar para as pontas não espigarem: 15,00€
Sim, aqui a maluquinha deu 15,00€ por 100 mL de uma reestruturador capilar. Mas cheira bué de bem :P

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Sim, vou pensar que isto interessou a alguém

Pensavam que no fim de semana passado eu não tinha visto filmes? Pois, apesar do meu super radical dia de sábado, e do consequente cansaço no dia seguinte, que foi colmatado com uma sestinha, arranjei um bocadinho para ver este filme. Já tinha visto o início numa aula de história do 9º ano e tinha gostado, mas como a aula era de 90 min e o filme dura mais de 3h00, com muita pena minha não deu para ver tudo. Passados mais de dez anos vi o filme e gostei muito, até ao ponto em que se pode dizer que se gosta de um filme sobre um assunto tão cruel como o Holocausto, que apesar de eu saber que foi real e que aquelas atrocidades realmente aconteceram, às vezes parece impossível acreditar que tamanha crueldade ocorreu. Apesar da tamanha crueldade houve alguém que fez tudo o que estava ao seu alcance para conseguir salvar o maior número possível de pessoas de um destino muito cruel e triste. E quando Schindler se sente miserável por ter salvado pouco mais de mil judeus, um deles diz-lhe uma frase do Talmude, "Whoever saves one life saves the world entire".

quarta-feira, 23 de julho de 2014

És tão boa, és tão boa ou o verão é meu amigo

Ou tens uma chicha boa e tenrinha, ou então foi do creme hidratante de manteiga de cacau que espalhaste a seguir ao banho que fez com que acordasses com picadelas e agora "botas" bephantene para não te coçares toda :P

É este o meu post dedicado a esta bela estação da vida que é o verão, com o tema maravilhoso das picadelas de mosquitos, sim que o verão não é só coisas más :P Podia falar da praia, da piscina, do bronze, mas isso é muito básico e eu gosto de pensar que penso outside the box ahahahah

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Pessoas, deprimi

Afinal só entro de férias daqui a três semanas, isso é quase um mês gente, principalmente para mim que não tenho férias desde o ano passado. Eu estava convicta, com todas a forças do meu ser, que entrava de férias daqui a duas semana! Deprimi, gente, deprimi, snifff....

Entre nada e coisa nenhuma, este fim de semana foi assim

quarta-feira, 16 de julho de 2014

Sou cá uma negociante, ou como começar o dia a encher os bolsos

Hoje uma pessoa olhou para o relógio que eu usava e perguntou onde o comprei. Disse-lhe que veio da China, a pessoa não acreditava, mas eu insisti que veio da China e que o comprei na internet. A pessoa perguntou quanto custou, disse-lhe que custou 5,00€ e pediu para mandar vir um para ela e eu perguntei se estava a falar a sério, disse que sim. Eu disse-lhe que estava bem e ela pediu para experimentar e pronto, ficou com ele no pulso e disse que mo pagava e para eu mandar vir outro para mim. Ok, ganhei 5,00€, fiquei com o pulso nu e ainda tive prejuízo porque o relógio custou-me na altura 5.19€ e ainda paguei 2,00€ de tirar umas peças da pulseira para ficar mais estreita, mas como já tinha dito que eram 5,00€... Tenho ou não tenho jeito para o negócio? :P

terça-feira, 15 de julho de 2014

Dúvidas que me matam células cinzentas

Alguém vai comprar isto???

Vantagens de viver numa cidade pequena

Ir numa segunda feira à noite ao cinema e ter a sala, aliás o cinema, só para mim. É quase como ver um filme em casa só que com a vantagem de ter  um ecrã p´ra aí 100x maior, ok, se calhar estou a exagerar, mas aquilo é muita grande. Fui ver este filme e gostei muito. Levezinho, engraçado, com umas mortes sinistras pelo meio, uma prostituta que tem um namorado e está a guardar-se para o casamento ??? É um filme engraçado para uma noite quente de verão :D 

segunda-feira, 14 de julho de 2014

A cair aos bocados

Por ter umas calças um bocadinho compridas, calcei umas sandálias altas com que já não andava há não sei quanto tempo. Essas sandálias descolaram, por isso na hora de almoço tive de as trocar por outras velhinhas, velhinhas, velhinhas, compradas na feira há mais de dez anos. Estava eu a gabar as sandálias, que eram velhinhas mas tinham uma sola muito boa quando olho para a dita sola e reparo que aquela merda me estava a cair aos pedaços, como o estuque nas paredes das casa antigas, ou seja, qual Hansel and Gretel, andava a deixar um rasto por onde passava, só que não era de migalhas, era de pedaços de borracha ou lá o que aquilo era. Tomei uma decisão e vi que tinha de ir urgentemente à sapataria mais próxima tratar do assunto. Gente, andei a ver os "restos" e encontrei lá umas sandálias de tacão alto giras, giras, giras e que não só eram o meu número, tinham um cor que dava com bastante coisa, como estavam a um preço bastante simpático. Obviamente que vieram comigo, assim como mais três pares fofos que por lá andavam. E fiquei a saber pela menina da loja que afinal sobram muitos pares de sapatos que são exatamente o número que aqui a patuda calça, 39, quando eu pensava que esse eram os primeiros a ir e no fim ficavam os 35, 36 e 41. As sandálias velhas, que eram tão boas que a menina da loja lembrava-se do modelo e achava que ainda tinham algumas perdidas no armazém, foram diretas para o lixo e os meus patudos pezinhos já vieram metidos numas sandálias novas :)

A limpeza da box continua 2

Este fim de semana foram só dois, este e este. O primeiro achei estúpido, apesar de estar bem classificado no imdb. O segundo deve ter sido a maneira de gastar uns trocos que o estúdio tinha a mais. Fez-me lembrar um pouco esta série, que é posterior ao filme, mas que eu gostava muito de ver.

quarta-feira, 9 de julho de 2014

Pensamentos

Quando um cão encontra um osso, não precisa de ser um grande osso como o de um pernil de porco, pode até ser um osso fraquinho, como o da asa de um frango, mas agarra-se a ele com todos os dentes e patas que tem e nunca mais o larga, nem quando o osso já está podre e escuro e cheio de dentadas e chupado até ao tutano. Os dentes e patas continuam a ferrar, a chupar, a trincar e a lamber como se o mundo fosse acabar. E quando o osso é enterrado num buraco, como se de uma doce lembrança se tratasse e até parece que o cão já não tem qualquer interesse nele e o pobre osso ficará para sempre enterrado num buraco, eis que o cão vai a correr desenterrá-lo e continua a ferrá-lo e a chupá-lo até à exaustão. Pode até aparecer outro osso maior e mais suculento com que o cão brinca durante uns segundos, mas isso passa-lhe num ápice e o velho e esgotado osso volta a ser o osso favorito daquele cão. Ser um osso velho é fodido.

Pequena nota: não se preocupem se isto não vos fizer qualquer sentido, nem para mim faz, apesar de haver a quem faça.

terça-feira, 8 de julho de 2014

Coisas que uma pessoa ouve

Quando alguém a quem temos em conta de calão/fanfarrão nos diz muito sério que só não entrou em medicina por três décimas, e uma pessoa está quase a acreditar, porque afinal nunca se sabe das reais capacidades de alguém, até que de repente no diz que foi o décimo, décimo primeiro e décimo segundo. Really??? A piada é tão má que uma pessoa tem de rir.

segunda-feira, 7 de julho de 2014

A limpeza da box continua

Este fim de semana foram este, este, este e este. Não são grandes filmes, com exceção do primeiro, mas para as tardes e noites de fim de semana cumprem a sua função. Nota-se que vejo muita televisão, não, pois não? :P

sexta-feira, 4 de julho de 2014

Piadas bué de engraçadas (ou não)

Porque é que as pessoas dormem com o despertador debaixo da almofada? Para acordar em cima da hora
Qual é o céu que não tem estrelas? O céu da boca

Nota-se que não tenho nada digno de nota para escrever? :P

terça-feira, 1 de julho de 2014

É oficial, já não vou para nova

Subscrevi um PPR e, se não morrer antes, daqui a trinta e oito anos, se a idade da reforma ainda se mantiver nos 65, terei dinheiro para a minha inscrição no lar, ou para ir num cruzeiro aliviar a artrite, ou para viajar de andarilho pelo mundo :P

segunda-feira, 30 de junho de 2014

Basta pensar e acontece

Por nem sei que caminhos, no outro dia acabei a pensar nos gelados da Carte D´Or, mais particularmente no de banana chocolate que é só a coisinha mais boa de sempre de todos os tempos deste mundo (estas últimas palavras não são para fazer muito sentido). Disse às colegas para "botarem" atenção aos descontos, não fosse aparecer um desconto neste magnífico artigo, que de tão bom que é, é natural que seja um bocadinho carinho. Não é que je ao fim do dia foi à "benda" e depois de chegar a casa analisa os cupões de desconto e tinha 30% de desconto nos ditos gelados? Ah, pois é bebé! Adivinhem lá onde fui na hora de almoço? :)))))))))))) 

FDS e cenas

Fartei-me de fazer isto, que para ser correta nem se pode dizer que é fazer algo, e vi isto e isto. O primeiro acho que já tinha visto, o segundo é um espetáculo e o Gaspard ulálá, coisinha linda :) 

Vi uma bicla antiga, parecida com esta, que se estivesse a um preço um bocadinho mais simpático tinha vindo comigo.

Ah, e passei de ano, com todas as cadeiras feitas à primeira. Iei!! :)

sexta-feira, 27 de junho de 2014

Tanto desdenhei que comprei

Muito se fala da Guerra dos Tronos que é espetacular e tal, eu nunca vi a série que passa no Syfy. Li o primeiro livro, (são dez, para já) em 3 noites, mais coisa menos coisa e ainda estou a pensar se gostei ou não.
SPOIL ALERT, aqui fica o aviso, se bem que, na minha opinião, não se passa nada digno de nota para tal aviso, mas para não estragar a surpresa, ou falta dela a ninguém fica na mesma. Então vamos lá. A coisa é assim, há um trono que pertencia a um rei com um nome esquisito que agora não me ocorre. Esse rei, a mulher e um bebé foram mortos, mas sobreviveu um filho, Vyseris e uma filha, Daenerys que tiveram de fugir para não serem também mortos. O trono passou a ser ocupado pelo rei Robert, um obeso gastador que não nenhum exemplo de virtude e é casado com Cersei Lanister, irmã de Jaime Lanister, o homem que matou o rei anterior. O novo rei Robert tem uma Mão, isto é, um homem da sua confiança que é conselheiro e protetor e também toma decisões em nome do rei. Esse papel era desempenhado por Jon Arryn que morreu, a mulher, Lisa, suspeita que foi assassinado pelos compinchas da rainha Cersei e foge com o filho, Robert, uma criança de seis anos enfezada e enfermiça e que ainda mama nas mamas da mãe(?????). Como a Mão morreu o rei Robert tem de arranjar outro para o lugar e chama Eddard Stark, que sempre foi seu amigo. Eddard Stark é casado com Catelyn Stark e tem 6 filhos, Jon Snow, filho ilegítimo, mas que é criado com os restantes cinco meios-irmãos, Robb o mais velho e sucessor do pai, Sansa, a menina-bem dada a cenas de mocinhas, Arya, a maria-rapaz que gosta de brincar com espadas e correr pelos montes, o oposto da irmã, Brandon, o menino que fica paralítico porque numas das suas escaladas pelo castelo ouve uma conspiração para derrubar o Rei Robert e Rickon o filho mais novo. Todos os filhos têm um lobo gigante como animal de estimação. Quando Eddard vai para a corte do rei Robert, trata de investigar para descobrir o que realmente aconteceu à Mão anterior, claro que se depara com vilões e pessoas dispostas a ajudar. Jon Snow junta-se à patrulha da noite, Robb fica no castelo do pai com os irmãos e a mãe e as filhas acompanham o pai na corte. Ainda há um anão, Tyrion, irmão de Cersei e de Jaime Lanister, que é quem diz as verdades e consegue ler as outras personagens e mais uma montão de personagens com nomes esquisitos. Lembram-se dos filhos do rei assassinado de que falei em cima, pois, o irmão ainda acalenta o sonho de voltar a ser o rei da terra de onde teve de fugir e para isso vende a irmã a um tal de Kahl Drogo, que tem um exército enorme. Com isto Vyseris espera que o Rei Robert seja expulso do trono e ele ocupe o seu lugar de direito. O Rei Robert descobre que Daenerys está grávida, o que pode arruinar o seu reinado e querem matar a criança. A Mão não concorda e demite-se do cargo, mas quando está prestes a deixar o castelo para regressar a casa com as filhas, leva uma panada na mona e o resto está no livro seguinte.Eu não achei o livro nada de extraordinário, aliás no início estava-me a confundir com tantos nomes e tantas personagens diferentes que por lá passam, até que quando acabei de ler descobri que nas últimas páginas estava lá explicadinho quem é quem, dah. Apesar de não ter achado nada de mais, gostava de saber o que acontece a Jon Snow e a Arya, os meus personagens preferidos.

O texto acima foi escrito noutro blog, e passado quase um ano de o ter escrito só posso dizer que estas palavras hoje em dia já não fazem qualquer sentido. ADORO GOT. Por falta do que fazer gravei a segunda e terceira temporadas, que passaram de seguida no syfy e não consegui parar de ver. É viciante! Andei a procurar curiosidades sobre a série, sobre as personagens, a história e descobri uma página maravilhosa onde está tudo explicadinho. A chatice é que a quarta temporada terminou e agora é esperar pela quinta temporada, que é só para o ano :( Entretanto vou ver se apanho os restantes livros a um preço simpático e rever as minhas cenas preferidas again and again.

quinta-feira, 26 de junho de 2014

Música cachorra

É aquela música brasileira que fala de sexo assim direto, tau! Pode-se dizer que é um bocado como as músicas pimba do Quim, mas sem o duplo sentido, na música cachorra o sentido é só um. O engraçado é que a letra é coiso, mas o ritmo é muito fixe e a música é catchy, fica no ouvido e não dá muito jeito andar com músicas como esta e esta na cabeça. Mas para a ginástica são bem fixes :)

Mas depois

vejo coisas como esta e escangalho-me a rir. Eles são tão engraçados, sobretudo o grande chefe :P

Deviam ser proibidos

filmes como este que me põem a chorar baba e ranho.

terça-feira, 24 de junho de 2014

Mais vale rir do que chorar

Já devia estar um bocado duro, não? :P

Do you get the point?

Eu compreendo que o Cristiano Ronaldo é o melhor jogador do mundo, marca montes de golos, ajuda quem precisa, tem uma namorada bué de boa, bláblábláblábláblá, mas, assim como o chocolate é muito bom, se eu comer muito de seguida, acabo por enjoar. Por isso, pessoas jornalistas/comentadores e afins, PAREM de falar/escrever/comentar sobre o Cristiano Ronaldo, TÁ! Agradecida.

PS: a seleção portuguesa não é só o Cristiano Ronaldo! Não sei se sabem mas lá há mais 22 jogadores, acho eu, e também há mais notícias no mundo. Fica a nota!!! Chatos do raio! 

O São João tem um sentido de humor do caraças

e no dia dele mandou toda a gente que já estava habituada a andar com os presunhos de fora a calçar uns sapatinhos fechados ou botas de verão (???). 

quinta-feira, 12 de junho de 2014

O meu novo guilty pleasure

É este programa. Gosto dos fulanos, que são super engraçados, os ensinamentos do Rhukus são qualquer coisa, as histórias e as más tatuagens são de rir, mas acima de tudo, o resultado final é espetacular. Saem dali tatuagens que são autênticas obras de arte, espetaculares, ninguém diz que estava por baixo uma qualquer pirosice.

Ideia peregrina

Regressar à ginástica ao fim de uma pausa de dez meses (já não chegar às pontas dos pés é triste!) num dia de calor destes, mas o pior nem foi o calor infernal, foi ouvir pela primeira vez na vida a "música" do Anselmo Ralph, onde ele diz "não me toca, não me toca, não me toca", sim a música é praticamente isto. Sim, foi a primeira vez que ouvi a dita. Apesar de ter visto referências à mesma em blogs, em notícias sobre música e em cartazes, nunca me tinha dado ao trabalho de ouvir tão grandioso hit,e sinceramente, não perdi nada! O giro disto é que amanhã e sábado vou andar de gatas! :P

Gente trabalhadora é assim

Só mete os pés no trabalho aos doze dias do mês de junho e só trabalha de manhã! Ah, pois é! :P

quinta-feira, 5 de junho de 2014

Este post viu a luz por causa de um pé de alface

Eu não vivo sozinha, mas em algumas coisas, mais a nível culinário, é como se vivesse. O meu pai é muito boa pessoa, mas tem uma boquinha que valha-me Santo António (ia escrever Deus, mas visto que estamos próximos do Santo Antoninho, fica mais giro e pode ser que seja recompensada pela menção :P). Isto para dizer que às vezes é triste ter de fazer dois tipos de comida, sim, porque geralmente, do que eu gosto, o meu pai não curte. Eu vivia bem com uma saladinha, uma quiche de fiambre, uma lasanha, um empadão, uma massa com carne picada, mas não, se quero tenho de fazer isso e outra coisa para mon pére! E naqueles dias em que ficava bem com uma taça de leite com cereais (quando me dá a preguiça, ou a falta de vontade de me por de volta dos tachos), não dá. A vida é triste! :P Mas o que me trouxe aqui não foi isso. Como é quase como se vivesse só, em termos culinários, quando vou às compras é uma tristeza, porque há coisas que dão para mais de uma pessoa. Ok, o único exemplo de que me estou agora a lembrar é dos pés de alface. Aquilo é enorme e quando trago é só para mim, tudo bem, podia guardar para outra vez, mas para mim, comer alface é uma vez de longe a longe, o que quer dizer que quando me der vontade de comer alface outra vez, a coitada já vai estar toda murchita. O mesmo serve para cenouras, tomates, pepinos, (ei, afinal lembrei-me de mais coisas). Também me acontece com os pacotes de massa, que ficam abertos ad eternum, porque faço massa uma vez, mas primeiro que me apeteça repetir passam-se semanas e lá fica o pacote abandonado. Também me dá montes de trabalho quando compro carne e tenho de andar a repartir aquilo em porções mais pequenas, para congelar. E ainda não acertei nas unidoses de comida, o que muitas vezes significa que, ou congelo comida, ou ando a comer vários dias a mesma coisa. Até certos bolos, (quer dizer, quase toda a gente gosta de doces e o meu pai é um guloso em condições) com enoooome sacrifício :P, acabo a comer sozinha. Uma altura fiz um bolo de chocolate ma-ra-vil-ho-so, mas o senhor meu pai comeu uma fatia e disse que não prestava (sem comentários!!!). Quem é que acabou por comer o bolo? Eu, não é que ficasse triste, mas quer dizer, a minha cintura não fica lá muito, nem a minha roupa. Dessa vez levei umas fatias para as colegas de trabalho e o estrago já não foi tão grande, mas não sei se volto a repetir a receita. Bolos, de momento, estão banidos. E pronto, lembrei-me de escrever isto porque fui às compras, e ainda tentei encontrar um pé de alface pequenito, missão que não obteve sucesso, e como não dá só para trazer umas folhas, lá veio. Agora que penso, não era má ideia ideia venderem só folhas de alface :P 

Alheada do mundo

Digam-me lá quando é que a gasolina passou a custar 1,65€? Da última vez que vi ainda andava a 1,599€. Mas também a última vez que vi já foi há algum tempo :P

domingo, 1 de junho de 2014

Vamos lá assinalar este grande dia

com uma memória estúpida da minha infância, pois claro! Quando eu era mais pequena, aos domingos, ia de comboio, com a minha mãe e o meu irmão visitar a avô materna. Numa dessas visitas a irmã mais nova da minha mãe pega num bocado de urtigas, coisa de que nunca tinha ouvido falar e diz para eu pegar nelas e apertar que aquilo não pica nada. Pois, sim, eu, criança inocente e ignorante, e já agora, bem mandada, fiz o que me disseram, afinal a minha tia também tinha pegado nelas e não se queixou, só muito convenientemente se "esqueceu" de me dizer que não as apertou na mão, coisa que eu fiz. Escusado será dizer que fiquei cheia de comichão na mão! Criança sofre! :P

terça-feira, 27 de maio de 2014

Por essa estrada fora

há uma nova espécie de condutor. O filho do papá, ou um jovem empreendedor (assim, só para não ser muito má :P) que recebeu um beneme último modelo, com matrícula do mês anterior, reluzente e giro que só ele e que vai pela nacional fora, qual piloto de rali, coladinho à traseira do pobre condutor de uma lata com 1200cm3 de cilindrada, neste caso, a minha pessoa, que por momentos até pensa que seria giro travar um bocadinho e ele espatifar a bonita frente do beneme, mas depois isso passa-lhe porque a sua latinha ainda tem de dar muito fogo. Então lá vem o super piloto, coladinho a nós à espera de uma oportunidade para ultrapassar, coisa que não lhe é possível, porque, ou vem um carro em sentido contrário, ou é uma curva, ou tem pouco espaço para se meter entre o meu chaço e o da frente, mas aos poucos ele lá vai conseguindo, uma aceleradela aqui, uma travadela acolá e lá se mete entre o meu chaço e outro que vai à frente, depois acelera a fundo e deixa as pobres latinhas que iam à sua frente e a todo o diesel vai pela nacional fora, numa altura em que já não há curvas, e nunca mais ninguém vê o beneme. Tudo bem que se tem de puxar pelo maquinão, mas moço, não há necessidade de te meteres em perigos só porque é domingo, e o pessoal que conduz latas anda mais devagar um bocadinho. Como uma altura, mon frére me disse, "mais um vale um pé no travão, do que dois no caixão". A propósito, parabéns maninho. Joyeux anniversaire :) Agora vou voltar a meter o nariz nos livros :) Au revoir!

quarta-feira, 21 de maio de 2014

E passados nem sei bem quantos anos, ei-los


os meus primeiros iogurtes! Depois de ter comprado uma iogurteira, nem me lembro bem quando, mas já há mais de seis anos, esta semana resolvi desembrulhá-la do plástico, limpar-lhe o pó e dar-lhe outro uso que não o de ocupar espaço no armário. O resultado é o que está na imagem, e por acaso está bem bom :) Receita com umas ligeiras alterações, daqui.

Do meu timing perfeito

Andava há uns tempos a dizer que no fim de semana tinha de pintar as unhas dedinhos dos pés. Este fim de semana, foi o fim de semana. O que é que o S. Pedro me faz? Manda chuva, impedindo-me de mostrar a bela da unhinha vermelha!

terça-feira, 20 de maio de 2014

Porque é que eu nunca vou ser rica

1- não jogo no euromilhões;
2- não vou casar com um homem rico (acho eu);
3- não tenho uma máquina de lavar loiça;
4- não tenho uma oficina.

O que é que os quatro pontos acima têm em comum? Absolutamente nada, é só mais uma ideia parva que sai daqui. Estava eu nos meus zapping de fim de semana, quando dou com as vistinhas num programa do canal discovery, "forretas extremos" ou "extremos forretas" (não sei como fica melhor traduzido). Adiante, estava a dar uma forreta que, no supermercado, ao comprar frutas, das uvas só mete os bagos à saca e as bananas vão sem casca para dentro da saca. Diz ela que não vai pagar por algo que não come. Nos intervalos para publicidade, desliga a televisão, mas a melhor de todas, meus amigos, atentai nisto para poupardes uns milhões valentes, coze a lasanha na máquina de lavar loiça enquanto lava a loiça, sim na máquina de lavar a loiça enquanto lava a loiça, daí que eu digo que nunca vou ser rica. Depois deu outro fulano forreta que mora na oficina, toma lá banho, dorme na traseira de uma carrinha e o guarda fatos também é na mala de uma carrinha. Cozinha num grelhador manhoso e nem sequer usa talheres, tem uma ferramenta que usa na oficina para virar a comida que cozinha e para comer. Para ter luz, liga um foco à bateria dos carros que lá tem, mas a melhor é, que para limpar os vidros dos carros usa um penso higiénico com cola e passa no carro. Diz que fica limpo e brilhante. Pensos higiénicos ainda tenho, falta-me a oficina :P

segunda-feira, 19 de maio de 2014

Para acabar a semana

Nada mais fora do normal do que dar boleia a um total estranho. Sim, sexta-feira acabou assim. E não fui morta. :P

terça-feira, 13 de maio de 2014

Pedro e o lobo e o photoshop

Aqui há uns tempos vi um artigo onde as "celebridades" lá das bandas de hollywoodland apareciam com buço, com as sobrancelhas mal arranjadas e com umas borbulhas e manchitas no rosto. Uma qualquer pessoa ficaria contente por ver que afinal "as famosas" também têm os seus dias maus e afinal não são assim tão perfeitinhas como uma pessoa pensava que eram, com pele de boneca de porcelana, isto se as bonecas de porcelana tivessem pele, e sem um único sinal à vista (e eu com a cara cheia de sinais! humpf). Mas depois de as ver imaculadas com a sua carinha de boneca de porcelana e saber que muitas das vezes é o maravilhoso photoshop que faz essas transformações de gajas monstras da lagoa em gajas bonitas como as flores, que também se torna um bocado difícil de acreditar que essas fotos desses artigos das ditas celebridades em modo real não seja também uma criação do photoshop, afinal se aquilo tira pêlos, sinais e rugas também os pode meter, certo?. É um pouco como a história de Pedro e o lobo, em que vemos tanta mentira, que quando vemos algo que afirmam como real, também achamos que pode ser mentira. 

segunda-feira, 12 de maio de 2014

Os meus lindos (e míopes) olhos

Passados quinze meses, umbelina maria foi fazer a revisão às vistinhas e ganhou mais meia dioptria em cada olho, uma notícia maravilhosa portanto, mas se fui à revisão é porque já sabia que andava a ver mal, não é verdade? Mas isso não é o que me traz cá. O que me traz cá é que decidi experimentar uns óculos de sol, e a moça do atendimento disse-me que tinham uma promoção, ao comprar os óculos de sol oferecem as lentes de sol graduadas. A minha dúvida agora é, se aproveito a promoção e fico com uns óculos de sol graduados, o que me levará a ter de andar com dois pares de óculos (coisa que não deve dar muito jeito) ou se ando de lentes de contacto (já que comprei lentes para três meses) e com os óculos de sol com lentes normais. Já alguém passou por isto? Como fizeram?

sexta-feira, 9 de maio de 2014

Tática

No outro dia, devido a um pequeno acontecimento, pus-me a pensar. Vender rifas é uma excelente forma de arranjar números de gajas ou gajos. Isto se forem daquelas rifas onde deixam o nome e o contacto, para mais tarde serem avisados, caso ganhem algum prémio. O problema, é quando alguém lhes dá de contacto o número de telefone do sítio onde trabalha!

quinta-feira, 8 de maio de 2014

A clientela ensina

E eu, excelente pessoa, partilho:

- passar garrafas por água fria antes de as meter no congelador faz com que refresquem mais depressa;
- cobertura de chocolate para bolos é sempre feita em banho-maria;

Poli(e um bocadinho)valente

Desde o início desta semana e até tempo indeterminado, de três em três dias, desempenho funções no bar. E não é que até gosto? Não me moem o juízo, não me chateiam, não fico xéxé da cabeça, aprendi a trabalhar com uma máquina de café e a fazer outros serviços mais braçais. Canso um bocado o corpo (aquele chão, aquele chão que nunca mais acaba), mas fico com a mente intacta e isso, caríssimos, não tem preço. Ah, e ainda regalo as vistinhas! :P

terça-feira, 6 de maio de 2014

Aquele nano segundo de felicidade

Em que sabes que não vais ter aulas dois dias (queima in the house) e pensas "fixe! não vou ter aulas, vou ficar em casa!", e depois lembras-te que ... tens de trabalhar. Yeiiiii!!!

sábado, 3 de maio de 2014

A bodega e o vigésimo

A bodega são as unhinhas que pintei ontem na hora de almoço com os meus novos vernizes, que já agora garantiam um efeito verniz de gel, mas é mentira da avon, são vernizes normais. O vigésimo é o meu mais novo relógio, sim eu tenho uma panca por relógios :p 

quinta-feira, 1 de maio de 2014

Coisinha que eu gostava de ver

Os/as apresentadores/as dos programas de culinária, no fim, ao provarem o prato que cozinharam dizerem "huummm, que mau..." ou "nham, tem sal a mais..." ou "uouu, ficou queimado". Acho que todos percebem que os pratos por vós cozinhados são deliciosos, se fossem maus é que era de estranhar.

terça-feira, 29 de abril de 2014

abril alegrias mil, ou vamos lá limpar as teias de aranha deste barraco, tipo limpezas da Páscoa

Ora, portanto, já não vinha cá escrever nada desde o mês que passou há quase um mês. Isto apesar de no último post ter dito que continuaria a ir aos vossos sítios, está visto que não sou boa a cumprir promessas. A minha ausência prende-se com factos que a seguir serão enumerados, não teve nada a ver com a queda do muro em cima dos alunos da UM, JS, mas foste um querido em perguntar :P
Então vamos lá escrever coisas que não interessam ao menino Jesus. O meu mês de abril começou com a descoberta de mais uma maleita em mon pére, nada de grave, seguiu-se de nenhuma vontade de sair de casa para trabalhar, para ir as aulas, para não fazer nada, de facto. Estive ali numa zona negra que me durou mais de uma semana, não me apetecia falar nem ouvir gente a falar. Passou. Tive os testes que me correram todos mal, logo vou ter umas notas excelentes, sim porque também não tinha vontade nenhuma de estudar. Entretanto andei a resolver assuntos de uma defunta, sim que morrer é muito bonito mas é para quem vai e deixa os assuntos pendentes para os outros. Depois ganhei uma constipação/gripe/congestionamento, eu sei lá o que é isto, sim porque ainda dura e se tudo correr bem mal, esta quinta-feira faz duas semanas que tenho esta cena por companhia. Os meus pulmões nunca emitiram tantos fluídos como nestes últimos tempos. Até é engraçado, com esta minha voz nasalada sexy, quando alguém liga para o serviço, chamadas internas, não me reconhecem a voz e ficam a atirar nomes à sorte ou ficam eeerrrr, quem fala? e eu rio-me. 
O pior foi andar assim a morrer e com as limpezas da Páscoa a terem de ser feitas, mas tudo se faz, para além da vassoura, do apanhador e da pá, juntam-se os lenços de papel ao material de limpeza. À conta disto passei a Páscoa a morrer, e nem sequer ressuscitei, leia-se melhorei, ao terceiro dia. Perdi as celebrações pascais, de que eu gosto bastante, principalmente o sábado aleluia, e basicamente fiquei por casa acompanhada dos meus fiéis lencinhos de papel, e quando pensava que isto melhorava, piorei lá da gripe/constipação/whatever e passei o 25 de abril a morrer e a ver as comemorações dos 40 anos (???). Ontem fiz um teste para o qual não sabia nada e quando achava que esta semana só trabalhava dois dias, por causa do feriado municipal e de um dia de férias, morre-se o sogro da minha colega e toca a ir trabalhar na sexta-feira. Hoje no meu primeiro dia de trabalho desta semana, nada melhor do que ver uma velhinha a estardalhar-se toda no hall de entrada. Digam lá que a minha vida não é espetacular? :p

segunda-feira, 31 de março de 2014

Que vou chamar a isto?

A vontadinha de vir cá debitar parvoíces é tanta como a de sair de casa para ir trabalhar e para a vida em geral, mas nada temam que eu não vos "deslargo", comentarei os vossos posts e coiso e tal. O que me fez vir cá escrever tem a ver com um assunto que me apoquentou. Ultimamente tenho tentado seguir a máxima do falar menos, ouvir mais, tentar ponderar os dois lados ou mais da questão, antes de me pronunciar, não me pronunciar de todo, senão sai-me um vai-te *&$#? (se calhar saiam-me destes às resmas!), enfim, acho que ando a treinar para Maria Umbelina dos Anjos, preparem um nicho e reservem o voo para Roma, que eu vou subir aos altares. Adiante, dizia eu que era algo que me deu que pensar. Então é assim, se uma pessoa pobre, que vai buscar comida a uma associação tem o direito de ser esquisitinha com o prato que lhe cai na rifa? Pode dizer, "eu não quero isto, eu não gosto, prefiro ir comer qualquer coisa a um café", isto é aceitável, ou é algo a que qualquer pessoa que não está na mesma situação, simplesmente pode dizer "pobre e mal agradecido", "é porque não tem fome, ou não precisa" e lá vai de papo cheio de razão? Será que se nos pusermos no lugar dessa pessoa, e se nos dessem algo de que não gostamos, simplesmente íamos aceitar porque "a cavalo dado não se olha o dente"? Eu nos tempos antigos, atsmuda (antes de tentar ser maria umbelina dos anjos) se calhar diria, "pobre e mal agradecido, nem vale a pena tentar ajudar quem não merece, tanta gente a passar fome e outros a rejeitar comida!", mas acho que por uma pessoa ser pobre, nem sempre o foi, é certo, foi até muito mimada, mas circunstâncias da vida atiram muito boa gente para o rol cada vez maior de pobres, mas o que é certo é que quem foi habituado a certos luxos, luxos que na mesma altura mais ninguém tinha, tem algumas bases e argumentos para ser picuinhas quanto ao tipo de ajuda que recebe. Nem todos gostam do mesmo e nem todos gostam de tudo. Eu, quando não gostava de alguma comida, não comia, ouvia logo "não comes, é porque não tens fome", tinha fome, mas mesmo assim não queria aquela comida. Claro que não sou dos tempos em que que uma sardinha dava para três,(mas nunca se sabe para onde caminhamos) e se houvesse uma côdea de pão duro e uma malga de caldo já era uma coisa boa, nesse dia não havia fome. Mas mesmo assim, pode uma pessoa manter as suas ideias ou vai logo para a categoria dos mal agradecidos? Aceitar tudo o que nos dão, e que só dão porque já é algo que não lhes faz falta (sim, porque a caridade é muito bonita, mas ninguém dá a peça favorita que tem no armário, hipocrisia maybe??) ou era algo de que até não gostavam particularmente, é ser um bom agradecido? É assim que uma pessoa pobre deve fazer ou tem direito a algo mais? Enfim, não sei se este post faz sentido e se percebem o meu ponto de vista, até porque escrevi-o depois de comer uma malga de morangos com vinho do porto e a sentir um ligeiro formigueiro nas pernas, por isso...

sexta-feira, 21 de março de 2014

É escolher um e comemorar

Dia Mundial do Sono;
Dia Mundial da Infância;
Dia Internacional contra a descriminação racial;
Dia Mundial da Floresta (Dia Mundial da Árvore);
Dia Mundial da Poesia;
Dia Internacional da Síndrome de Down;
Dia Universal do Teatro.

Não sabia que era o Dia Mundial do Sono, mas, pelo menos para mim parece adequado, que eu ando com uma soneira que, se me apanho a dormir mais um bocado, até penso que é mentira. Deito-me tarde e acordo, espontaneamente, uma hora mais cedo do que o que devia e fico com uma sensação de ansiedade, de nervoso, de borboletas no estômago, nem sei. Neste dia mundial do sono podia ser decretado que ficava toda a gente em casa a dormir. Eu não recusava! :)

Conhecem...

isto? Eu também não conhecia até ao domingo passado. Um miúdo de 9 anos contou-me a história toda e, dentro dos desenhos animados, estes parecem bastante educativos para os putos terem uma alimentação saudável ou pelo menos interessarem-se por legumes e peixinho. Estes pelos menos são menos esquisitos que aqueles robots e aquelas cenas que nem sei bem o que são que hoje em dia os putos vêem . Ou então, sou eu que sou velha, porque sou do tempo do Dartacão, d`As Navegantes da Lua, do Dragonball e os últimos desenhos que vi em miúda foram os pokémons que para o fim também se tornaram esquisitos.

Ah, como é bela a primavera

Já tinham guardado a roupa de inverno, não já?
Já andavam felizes e contentes de sabrininhas ou mesmo de chinelinhos de meter o dedo, não já?
Já tinham arrumado as botinhas e os pijaminhas quentinhos, não já?
Já andavam todos felizes porque houve uns dias de sol, não já?
Já tinham tirado o pó aos ténis e às roupas de desporto e andavam todos contentinhos a fazer caminhadas por esses caminhos de Portugal, não já?
Já andavam com as perninhas e os braçinhos ao léu, não já?
Pois, mas o S. Pedro tem um sentido de humor espetacular, por isso tomem lá chuvinha :P

terça-feira, 18 de março de 2014

Não digam que eu aqui não vos ensino nada

Visualizem uma moeda com o gargalo de uma garrafa de cerveja pousado em cima. Conseguem tirar a moeda sem partir a garrafa e sem ela cair? Agora pensam, a gaja amalucou de vez! Se calhar sim, mas o que importa é que é possível. Eu também não sabia, foi uma coisa que aprendi hoje e que parece que é essencial saber :P Para conseguirem tal proeza é só pegarem numa naifa e com ela armarem-se em samurais e dar uma pancada rápida na moeda. A moeda sai de debaixo da garrafa e a garrafa continua de pé com o fundo para o ar. Experimentem e não têm nada que agradecer :P

Parvoíce 7

Aprendida hoje:
O que é um quisto?
É um homem pegado na cuz :P

segunda-feira, 17 de março de 2014

Parvoíce 6

Ter sono e querer dormir e acordar às 6 da manhã! Deu para adiantar a leitura.

Parvoíce 5

Entrar nas urgências e dizer boa noite a quem lá está. Sim, claro uma boa noite, ótima, maravilhosa.

sexta-feira, 14 de março de 2014

De onde és tu?

Olá, eu sou uma tota e vim de debaixo de uma pedra! A sério, se isto não é um local de nascimento, passou a ser, porque há gente que parece que veio de lá!

Why God, Why???

Não me fizeste uma daquelas pessoas resistentes ao pecado da gula, uma daquelas pessoas que vê um doce e diz "blheca, isso não presta" e continuam alegremente a comer uma cenoura crua ou uma semente qualquer! Mas não, basta acenar-me com uma pasta de chocolate e eu, fraca, cedo :P

quinta-feira, 13 de março de 2014

São só desgostos

Saber que o Justino, (coisa mai linda, riqueza!) vai atuar no rock in rio e eu não vou ver e para o mal ser ainda maior, descobrir que Jessiezinha (vozinha mai linda e poderosa!) vai atuar no mesmo dia. Só desgostos, é o que é.

Parvoíces 3

Quem quiser ficar rico não é a jogar no euromilhões, é ser santo num altar, de preferência com muitos devotos, e é ver as notas a caírem :P

quarta-feira, 12 de março de 2014

A piada seca do dia

Relacionado com uma ementa.
O que é pota? É a mulher do pote! :P

Quando eu comprar um telemóvel de mexer no ecrã com os dedinhos

Vai ser este, mas em branco que é mais riquinho :)
O problema é que quando isso acontecer o que estará na moda já não será touch, mas sim pelo poder da mente :P

Ter lata de vez em quando dá frutos

Há uma fulana que sempre que vem cá ao serviço traz um cheirinho a perfume mesmo bem, daqueles que ficam entranhados no nariz e deixam um rasto por onde passam. Um dia, Umbelina Maria ganhou coragem e perguntou qual era o perfume que a fulana estava a usar. Ela não sabia porque tinha sido o marido a ofercer-lho, mas ficou de ver e hoje disse-me e cá está ele. Agora aqui no barraco, mais para a frente no meu pescocinho :)

terça-feira, 11 de março de 2014

Parvoíce 2

Uma gaja que não bebe café há mais de quatro anos comprou uma maquineta daquelas modernas, sabem, aquelas que se usam agora, com umas cenas de cápsulas, muito gira, vermelhinha e tal. Foi para aproveitar uma promoção, que a moça de vez em quando é parva, mas é poupadinha :P

Parvoíce

Os mortos também submetem a declaração de IRS, neste caso alguém submete por eles.

Bad idea

Começar a ler um livro nesta altura, mas é bom e já há muito que um livro não me prendia :)

segunda-feira, 10 de março de 2014

Um presente que não entraria na minha wishlist, mas...

Isto. Porque andar de vassoura a esfregar escadas de granito é coisa para me fazer morrer nova :P

quarta-feira, 5 de março de 2014

Garantia real ou como parecer (só parecer) um crânio

No outro dia numa aula de Comercial o professor citou um artigo que mencionava a "garantia real", e perguntou se alguém tinha dúvidas sobre o que isso era. Ninguém se manifestou e ele presumiu que somos todos uns grandes crânios e continuou. Eu, pessoalmente não sabia e fiquei a sentir-me muito burra, porque ao ver que mais nenhum colega manifestava dúvida, eu seria a única a não saber. Mais tarde, quando já estávamos reunidos no bar, descobrimos que afinal ninguém sabia, e para além de não sabermos o que significava nem sequer tivemos coragem de perguntar. 

Depois desta capacidade de argumentação como posso eu resistir?

Colega que teve bebé e voltou de licença, um dia de manhã vira-se para mim "tenho de te mostrar a minha filha para te dar vontade de ter uma!" ok, quão errado é este diálogo dirigido à minha pessoa? Muito! De seguida outra colega começa a falar dos bebés e dos partos e coiso, até que a conversa descamba, não é que até aí estivesse grande coisa, mas quando a tal colega que me queria mostrar a filha, diz que saiu da maternidade cheia de dores, que só chorava e que tinha de andar de gatas e que dar de mamar era horrível, eu pensei, "sim, vou já fazer um bebé! Vou tirar o resto do dia e dedicar-me só a isso, aliás, não volto enquanto não estiver grávida!"

terça-feira, 4 de março de 2014

E quando...

uma pessoa está a falar com um comercial e o telemóvel dele, sim o dele, começa a tocar esta música? Uma pessoa normal mantém um ar neutro, Umbelina Maria risse a bandeiras despregadas. Sim, eu ri-me e o homezinho a olhar para mim "está parva a miúda!". Eu ainda lhe dei o benefício da dúvida e pus a hipótese de ser a mulher a ligar-lhe, mas ele disse que não, que era o toque do telemóvel dele e que era uma pessoa segura de si e que aquilo é só um toque, mas saiu de lá com o telemóvel configurado para o toque padrão. Nada contra o gosto pessoal, mas, e se calhar até estou a ser preconceituosa, isto é música para telemóvel de gaja! O facto de a música, que diga-se de passagem já enjoa, passar na rádio de hora a hora, não teve nada a ver com isto! :P 

Agora vou ser mazinha

As múmias andam! Já agora alguém me sabe dizer a idade da senhora, ou só com carbono 14?

segunda-feira, 3 de março de 2014

Post super interessante

Hoje de manhã, pela primeira vez na vida, vi um carro capotado, assim ao vivo e a cores, e vocês exclamam "ui que coisa interessante!" e eu digo "pois é!", mas o mais engraçado era a fila de carros e o pessoal que avançava mesmo sabendo que ia ficar parado em cima da passagem de nível, tipo, hello?!? querem levar com um comboio nas trombas?

Do resto do dia:
o que eu queria fazer : doooormiiiir
o que eu devia ter feito: passar os apontamentos das aulas direitinhos para o caderno
o que eu efetivamente fiz: vi a cerimónia dos oscares

domingo, 2 de março de 2014

O vira casacas

Até há uns tempos sempre que a Lili, a nossa gatinha de estimação, entrava em casa, o meu pai começava a resmungar e tratava de a chutar porta fora. Isso foi até lhe dizermos que a gata era da mãe e que a mãe gostava muito dela, ele pensava que essa gata já tinha morrido, mas não, ainda sobreviveu à dona. No dia a seguir chamou-a e trouxe-lhe uma tigela com leite, mas ela, como tinha medo dele fugia. Foi de rir, ver o homem que tratava logo de a chutar, todo remelado a chamar pela bichinha. A pobre gatinha deve ter ficado confusa com a demonstração de carinho, mas deve ter-lhe passado depressa, já que anda entretida na caça aos gatos :P

sábado, 1 de março de 2014

Hart of Dixie e os bonzões

Eu sei que nas séries televisivas, se têm audiências e partem para a segunda temporada, têm de fazer render o peixinho e criar formas de aumentar o suspense, de por os protagonistas a comportarem-se como putos de cinco anos e andar para ali a enrolar. Tudo bem, eu aceito, afinal faz parte do produto. Hoje, ao ver os episódios desta série, que tinha gravados na box, a protagonista é muito complicada, mas engraçadita. Começou por gostar deste, mas ele estava noivo de outra, depois ele acabou com a noiva mas por ser recente ela não quis ser a substituta, depois começou a gostar deste, que diga-se de passagem, é bem mais giro do que o primeiro, mas depois ele armou-se em puto e traiu-a levando ao fim da relação, depois a moça lembrou-se de que ainda gostava do primeiro totó, mas entretanto ele começou a namorar com outra e ela voltou a balançar entre o primeiro e o segundo, mas agora no fim da season 2 apareceu um mais giro do que o primeiro e o segundo, enfim, eu compreendo a indecisão da menina e proponho-lhe uma solução, fica com o segundo e o terceiro que são podres de giros e assunto arrumado :)

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Ah, a alegria imensa de estar de férias!

Umbelina Maria, meteu a segunda feira de Carnaval como férias. Na altura pareceu-me bem e fiquei toda contente, porque ia poder dormir até mais tarde, uma das minhas coisas preferidas é dormir, dormir e dormir, e na terça é feriado. Pois, este pensamento foi muito lindo até me lembrar que na segunda de manhã tenho uma consulta com o meu pai logo às nove, à noite tenho aulas e, como entretanto algo chato se passou, no resto do dia tenho de tratar de uns assuntos. Ah, e já vos disse que parece que na terça feira de Carnaval vou ter aulas? Lá se vai a alegria do meu suposto fim de semana prolongado.

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

O maior exercício físico dos últimos meses (e isto já foi em dezembro)

Antes demais um pequeno enquadramento. Para ir para as aulas há duas entradas para o campus, a principal e outra pelas traseiras que basicamente é um caminho de cabras onde só em alguns sítios dois carros conseguem passar um pelo outro. Ora bem, num dia de muita chuva Umbelina Maria teve de deixar o boguinhas perto dessa tal entrada porque não havia lugar mais perto, tudo bem lá fui eu para as aulas. Ao vir embora já que estava perto dessa entrada que vai pelo caminho das cabras decidi sair por lá. Que fui eu fazer?!?! Ao passar o portão levo logo com um carro em sentido contrário. Toca a recuar devagarinho até até um sítio onde o outro charango pudesse passar e entrar. Ok, tudo bem, lá continuei eu no caminhito das cabras, quando numa curva me aparece uma carrinha com um gajo muito do impaciente! Ora bem, um caminho estreito, noite escura, chuva a potes, pouca iluminação, espelhos laterais cheios de gotas de chuva, pára-brisas embaciado e ainda em processo de desembaciamento, e eu a ter de recuar. Sim, porque o último a chegar ao local é que deve recuar, pelo menos foi o que eu aprendi na escola de condução, podemos considerar que chegamos ao mesmo tempo e o fulano limitou-se a esperar que eu recuasse. Tudo bem, eu sou uma moça simpática e comecei a recuar, muito, muito devagarinho, que isto de andar de marcha atrás com pouca visibilidade é coisa para ir fazendo aos poucos. Ora, eu recuava 10 cm o gajo avançava, sempre a dar-me com os médios na fronha, recuava mais um bocadinho lá estava o gajo em cima do meu carro, acho que se não desse cabo do charango dele me abalroava, mas pronto. Para tornar tudo mais emocionante ainda começo a ver as luzes de outro carro a virem atrás de mim, felizmente conseguiu avaliar a situação e deixou-se estar quietinho. Lá continuei eu a recuar, e o gajo em cima de mim, a recuar e o gajo em cima de mim, até que finalmente recuei até um ponto em que já era possível o trucidador passar por mim e lá foi ele. Ufa! Lição retirada disto tudo, não te metas em caminhos das cabras e não precisas de correr para suar! :P

domingo, 23 de fevereiro de 2014

Perguntinha

Sou só eu a achar semelhanças entre isto e isto?

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Modernices

Hoje ao ver uma reportagem sobre o mês das migas em Mora, o pivot do telejornal disse que as migas antigamente eram a comida dos pobres. Ao ouvir isto ocorreu-me um pensamento, se os antigos que já se finaram viessem fazer uma visita às gentes desta terra iam-se rir muito ou então achar que nasceram na época errada. Parece que hoje em dia é moda gostar do que velho, ou tradicional, que é uma palavra mais chique para dizer o mesmo. Coisas que eram um hit no tempo dos meus avós e que com o tempo foram desaparecendo ou lá perto andaram agora são moda, estão in. Comidas que antigamente eram de pobre, agora são coisa fina. Pergunto-me se um dia as papas de feijão miúdo, as batatas rojadas em pingue, o "caurdo" e as côdeas de pão duro vão ser coisa gourmet? Hum...não sei, mas hoje em dia tudo é possível, já que a moda é uma cena um bocado estranha.

Momento paragem cerebral ou como se encontram os sapatos para a boda


Ora bem, estas paragens já começam a ser recorrentes. Devo preocupar-me? Bem, adiante! Andava eu nos saldos num site de modas quando me lembrei de ver o calçado. O que eu fui fazer! Vi estes sapatos que na descrição diziam "branco sujo", a minha mente leu "nude" e pensou (???) "fixe, uns sapatos numa cor que dá com qualquer trapo! E baratinhos e giros!". Pois, depois de ter escolhido o tamanho e adicionado ao "cesto" e ter feito a confirmação da encomenda e o respetivo pagamento é que a minha mente voltou a funcionar e pensou "espera lá, aquilo não era nude! Era branco! toing toing toing!" Naba! Mas vendo isto pelo lado positivo, já tenho sapatos para a minha boda :P Acho que depois de ter comprado dois livros iguais, posso concluir que me devo afastar das compras on line por uns tempos, por uns longos tempos...

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Ai e tal, no fim de semana esteve sol e nhénhénhé e o que é que eu ganhei?

No sábado bati com o joelho com tanta força contra o pés de cama que ia desmaiando com a dor, agora tenho um joelho inchado, com umas peles esfoladas e uma bonita pisadura! Viva eu!!! E para isto não deixar de terminar em beleza, estou constipada, com o meu nariz vermelho e irritado, como o zangado! Ah a vida é bela e o sol fugiu...

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

"Estudanta" outra vez

E as minhas "férias" estão quase a acabar e parece como quando andava no ciclo e tinha três meses de férias no verão ( ó belos tempos!). Chegava a uma altura em que eu já estava farta de estar em casa e queria voltar para a escola (pequena estúpida!), ver os livros e cadernos novos e quando estava na escola só queria estar outra vez de férias. Aquela sensação de que só quero o que não tenho. E agora sinto-me um bocadinho assim. Quero ver o que o segundo semestre vai trazer, as novas cadeiras, os novos códigos e leis que vou aprender, os novos livros, enfim, tudo. E já sei que quando estiver nas aulas à noite ou quando estiver a estudar para os testes só vou querer estar de férias. Enfim, nunca se está bem com o que se tem! 

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Isto do dia dos namorados é muito bonito e tal

mas eu quero ver é se vai fazer alguma coisa pelo país! Vamos ver quantas crianças vão nascer nos fins de Outubro e Novembro para pagarem a minha reforma! :P