quinta-feira, 5 de junho de 2014

Este post viu a luz por causa de um pé de alface

Eu não vivo sozinha, mas em algumas coisas, mais a nível culinário, é como se vivesse. O meu pai é muito boa pessoa, mas tem uma boquinha que valha-me Santo António (ia escrever Deus, mas visto que estamos próximos do Santo Antoninho, fica mais giro e pode ser que seja recompensada pela menção :P). Isto para dizer que às vezes é triste ter de fazer dois tipos de comida, sim, porque geralmente, do que eu gosto, o meu pai não curte. Eu vivia bem com uma saladinha, uma quiche de fiambre, uma lasanha, um empadão, uma massa com carne picada, mas não, se quero tenho de fazer isso e outra coisa para mon pére! E naqueles dias em que ficava bem com uma taça de leite com cereais (quando me dá a preguiça, ou a falta de vontade de me por de volta dos tachos), não dá. A vida é triste! :P Mas o que me trouxe aqui não foi isso. Como é quase como se vivesse só, em termos culinários, quando vou às compras é uma tristeza, porque há coisas que dão para mais de uma pessoa. Ok, o único exemplo de que me estou agora a lembrar é dos pés de alface. Aquilo é enorme e quando trago é só para mim, tudo bem, podia guardar para outra vez, mas para mim, comer alface é uma vez de longe a longe, o que quer dizer que quando me der vontade de comer alface outra vez, a coitada já vai estar toda murchita. O mesmo serve para cenouras, tomates, pepinos, (ei, afinal lembrei-me de mais coisas). Também me acontece com os pacotes de massa, que ficam abertos ad eternum, porque faço massa uma vez, mas primeiro que me apeteça repetir passam-se semanas e lá fica o pacote abandonado. Também me dá montes de trabalho quando compro carne e tenho de andar a repartir aquilo em porções mais pequenas, para congelar. E ainda não acertei nas unidoses de comida, o que muitas vezes significa que, ou congelo comida, ou ando a comer vários dias a mesma coisa. Até certos bolos, (quer dizer, quase toda a gente gosta de doces e o meu pai é um guloso em condições) com enoooome sacrifício :P, acabo a comer sozinha. Uma altura fiz um bolo de chocolate ma-ra-vil-ho-so, mas o senhor meu pai comeu uma fatia e disse que não prestava (sem comentários!!!). Quem é que acabou por comer o bolo? Eu, não é que ficasse triste, mas quer dizer, a minha cintura não fica lá muito, nem a minha roupa. Dessa vez levei umas fatias para as colegas de trabalho e o estrago já não foi tão grande, mas não sei se volto a repetir a receita. Bolos, de momento, estão banidos. E pronto, lembrei-me de escrever isto porque fui às compras, e ainda tentei encontrar um pé de alface pequenito, missão que não obteve sucesso, e como não dá só para trazer umas folhas, lá veio. Agora que penso, não era má ideia ideia venderem só folhas de alface :P 

9 comentários:

Pastora disse...

Mas quem é que come os pés de alface, foda se??

maria umbelina disse...

Pastora,
não sei o que entendeste por pé de alface. Por aqui diz-se isso da alface com as folhas todas, apanhada inteira, em vez de folha a folha.

Miss Purple disse...

Realmente, assim é complicado...mas eh pá, que grandes esquisitos ! lol

JS disse...

Fazes uma salada e com o resto fazes sopa de alface, que é muito bom.
Tenho um vizinho que traz alfaces da horta e dá-me às três e quatro alfaces. Claro que por muita salada que comecemos, ia sempre sobrar alface. Mas todos os domingos fazemos sopa para toda a semana. Os ingredientes não variam muito: curgete, nabo, uma cenoura, uma batata, couve-flor, alho francês e cebola. É tudo passado e no fim junta-se azeite, sal e hortaliça, que pode ser espinafres, feijão verde, nabiça e quando há muita alface, faz-se de alface. Leva também massa de cotovelo (pouca, por causa da diabetes) e na de alface metemos hortelã, que tenho sempre na varanda. Tenho hortelã, salsa, coentros, piri-piri e até tenho dois loureiros em vaso. xD

Miss C. disse...

Nos hipermercados vendem aqueles saquinhos só com alface ou com mistura de folhas para salada.

Never Told Words disse...

Rouba!!!
Sempre ouvi dizer que roubar para comer não é pecado por isso 3 folhinhas de alface não vem mal ao mndo e cabem dentro de qq mala de gaja :)

JS disse...

Então, Dra. Maria Umbelina, como é que está a correr?
Não está a correr?... está parada... xD

JS disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
JS disse...
Este comentário foi removido pelo autor.